domingo, 22 de junho de 2014

Curtiu Shuffle? Tá na hora de dar uma olhada em Tick! Tack! e Really? Really!

Essa é a mãe da Nerine, mas se você não se importar com um loophole do caralho, você pode se casar com ela e ser pai da sua namorada (não se pergunte muito sobre isso ou seu cérebro vai pro saco)
 Se você acompanhava a Zero Force, sabe que eu ADORO Shuffle! É a minha visual novel favorita, tem personagens muito carismáticas, as rotas são bem elaboradas, tem HCGs satisfatórias e que satisfaz vários fetiches da maioria dos otakus. Meu amor pelo jogo foi tão grande que me incentivou a criar o grupo de tradução de visual novels e, eventualmente, traduzir este jogo, cujo qual já possui mais de 2000 downloads do patch de tradução em PT-BR.

Dá vontade de agradecer o suporte, mas o assunto desse blog é em nome de vocês que já baixaram e gostaram da tradução: tem mais jogos da série para eu, um mero mortal que não sabe japonês, tenha capacidades de jogar? Bem, se você manja na língua inglesa, então tenho boas notícias.


A empresa Manga Gamer, que já traduziu várias visual novels até hoje, de empresas como Overdrive (Kira*Kira, Deardrops, Dengeki Stryker), Circus (Da Capo, Suika), 07th Expansion (Higurashi, Umineko), Innocent Grey (Kara no Shoujo) e minori (e.f., Wind, Supipara), também traduziu VNs da Navel, empresa que produziu Shuffle originalmente. Até o ano passado, apenas Soul Link foi o outro título da empresa, título este que não é muito conhecido e obscurecido pela fandom da empresa (mesmo tendo anime e tudo). Shuffle, no entanto, teve tanto sucesso e repercussão até hoje no cenário de visual novels que rendeu vários outros jogos. Dois deles, ditos como sequências (mas que sinceramente seriam after stories. Se você se confundiu, leia nosso termos de visual novels) são Tick! Tack! e Really? Really!, tiveram traduções recentes para o inglês por esta mesma empresa. Mesmo não sendo jogos tão longos quanto o jogo original da franquia, graças aos fãs enchendo o saco (... chamou?), ela atendeu os pedidos com grande prazer, aproveitando da diferença da experiência da empresa nesses anos todos entre os lançamentos das traduções desses jogos.


Tick! Tack! conta o que acontece após a rota da Nerine do jogo original, onde um acidente acaba fazendo que Rin e companhia voltem no tempo na época em que a mãe de Nerine, Ai (é o nome dela, viu?), estava noiva de seu pai, Forbesii, mas acabam testemunhando que Sage, a empregada deles, estava tremendamente apaixonada por Forbesii, mas que não gostaria que eles se separassem por sua causa (e por isso ser meio mancada, né?). Daí, cabe a Rin decidir ao certo qual casal merece ficar até o final: o casal pré-estabelecido, ou balançar tudo para que a Sage tenha um pouco de felicidade para ela mesma... e aproveitar o tempo, claro, para dar um pega nas garotas que o jogo tem para aproveitar... e também mexer com a linha do tempo maluca que tal viagem no tempo pode provocar... ou será que não? Bem, como não gosto de postar spoilers de algo que não seja análise de jogos, é melhor eu ficar quieto.


Really? Really! é um outro after story, mas desta vez continuando a partir do final da rota da Kaede do jogo original. Após reencontrar uma antiga amiga de infância, Yae Sakura, que anteriormente era amiga da Kaede na época em que todos eles eram da mesma sala (Sakura parte para um colégio exclusivo de meninas ao prosseguir para o ensino médio), Kaede acaba ficando doente, e, por um motivo do capiroto, Rin e seu harém (+ Itsuki) acabam se encontrando com a mãe de Kaede e que pede para que eles voltem ao tempo (tecnicamente, entrar na cabeça da Kaede e reviver suas memórias, mas é quase a mesma coisa) para reordenar as memórias da Kaede na ordem correta para que ela possa se recuperar.

Tem um aspecto meio Phoenix Wright de jogo, onde você pode, quando notar, levantar uma "objeção" quando algo errado surge no jogo  para que a memória da Kaede fique em conformidade com a realidade. No entanto, não há muitas barreiras que impeçam o jogador de ignorar algumas (muitas) dessas incomformidades e que possa fazer o que bem desejar com as personagens do jogo, desde deixar a Asa com o cabelo longo até fazer a professora Benibara virar sua escrava sexual (e nem estou zuando... quase).


Como disse, os jogos são curtos, mas pelo menos todos eles têm vários finais diferentes, cenas de sexo agradáveis e uma boa dose de fanservice/diálogos engraçados/referências/ no meio dos jogos. Muitas personagens novas também compõem o elenco, o que anima quem achava as personagens originais meio enjoadas (ou simplesmente preferirem algo diferente no cardápio). Fora isso, bem, não tem muita coisa que o jogo possa oferecer a mais para os jogadores de visual novel, logo, não possui tanto atrativo para quem não gostou tanto do jogo original (... afinal, se você é um deles, o que está fazendo aqui?), mas do contrário, pode apostar que você vai gostar dos novos cenários do jogo, das referências com o jogo original e outros jogos da mesma empresa, das novas roupas que as personagens vestem (tem gosto pra tudo, ué) e do ritmo mais relaxado desses jogos em relação à história original.

Tick! Tack! e Really? Really! estão disponíveis na loja virtual da Manga Gamer (na sessão adulta, claro) por 34,95 dólares (ou 78 reais, aproximadamente), exclusivamente em formato digital para download. Infelizmente, não há a possibilidade de comprar o jogo japonês e aplicar um patch de tradução ou algo do tipo... na verdade, duvido que alguém teria uma cópia original em japonês em casa, pois se tiver... me liga.

O preço pode ser meio salgado sim, mas convenhamos, para quem é fã, não é tão absurdamente caro assim que impossibilite a compra (afinal, tá mais barato que jogos convencionais para PC... sem contar Steam, né). Além disso, toda e qualquer contribuição é essencial para que a empresa continue traduzindo visual novels, especialmente da Navel, então tenha isso em mente antes de achar que "é bobeira" ou "mas prefiro comprar *jogo x*".


Bem gente, isso aí é o post de hoje. A notícia é velha, mas como eu já disse, eu simplesmente adoro a franquia. Só não posto nenhuma análise aqui no blog por não ter adquirido os jogos traduzidos, mas assim que puder, podem apostar que vou postar alguma coisa especial (especialmente para Really? Really! por ser mais recente e mais engraçado).


E EU QUERO SHUFFLE! LOVE RAINBOW OU ESSENCE+ OU ORETSUBA EM 2015, VIU, MANGA GAMER!?!? (Se bem que, pela "cronologia" da Navel, o próximo título deverá ser Ne~Pon? x Raipon)

Até a próxima o/
Out.

P.S: Parem de me encher o saco pedindo tradução desses jogos para mim... já disse que, se pudesse, adoraria traduzí-los, mas não posso T^T.

2 comentários:

  1. uma ótima noticia, gostei muito de ter jogado shuffle...infelizmente não poderei jogar estes pois não tenho um ingles fluente :/

    ResponderExcluir